sábado, 16 de outubro de 2010

Bebês Tranverso- Pélvico: o que fazer para mudar?

Ano passado fui no workshop da parteira mexicana Naoli. E lá ela nos explicou o que fazer para tentarmos fazer com que o bebê vire para a posição correta (cabeça para baixo).

Vamos convidar o bebê a virar??

- Converse com seu bebê, compactue a mudança de posição e através do carinho em sua barriga, mostre o caminho e ele pode fazer. Saiba direitinho a posição do bebê e pergunte ao seu obstetra ou enfermeira qual é a melhor direção para o bebê virar para que você estimule sempre no mesmo sentido;

- Peça para que seu companheiro, amigos e parentes chamem pelo bebê ao pé da barriga, sempre com carinho;

- Use lanterna, lâmpada, fone de música ou guizo próximo a vagina, ao pé da barriga de forma a chamar a atenção do bebê;

- Se você tiver uma piscina disponível, nade e dê cambalhotas dentro da água. Com calma, suave, para as mulheres com tal habilidade;

- Faça uma sessão de moxabustão

- Consulte um Homeopata, também há medicamentos homeopáticos que auxiliam na mudança de apresentação do bebê (Pulsatilla);

- Faça os seguintes exercícios (20 minutos cada posição, todos os dias):





- Faça uma carta para o bebê! Escreva como está sendo sua gestação, explique como ele está sendo esperando e como é importante a mudança da posição dele para ele conseguir nascer do jeito que você planejou. A carta é um modo de você aliviar tensões, ansiedade, bloqueios que podem interferir no processo de mudança de posição! Afinal, mãe mais relaxada, útero mais relaxado, e mais facilidade pra mudar de posição!


Ainda, se tiver problemas para virar o bebê safadinho, pode-se tentar a versão externa, que é o reposicionamento manual do bebê feito pelo médico. Deve ser realizado somente por profissionais bem treinados e capacitados. A OMS recomenda que se tente a versão externa das crianças antes do parto, e se isso não resolver a posição errada , a cesárea é uma recomendação aceita universalmente.


E se nem assim o bebê virar, é acalmar o coração, se conformar em saber que você fez de tudo antes de ir para uma cesárea... Há coisas que não controlamos, e a vontade do bebê é uma delas!
 

Nenhum comentário: